Nota de Instituições do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas contra a Violência Policial em Manifestações Estudantis no Brasil

As instituições abaixo assinadas, que participam do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas, organização que reúne 52 instituições de representação das comunidades científicas de diversas áreas do conhecimento, vem por meio desta se manifestar contra todo e qualquer tipo de violência praticada contra os estudantes secundaristas e universitários que, de forma pacífica e legítima, lutam em defesa da educação pública, das ciências e das demais políticas públicas brasileiras.

Temos visto que, com atitudes insanas e brutais, a PM tem agredido estudantes secundaristas e universitários em manifestações pacíficas e ordeiras dentro do Estado de Direito democrático. Tais ações  representam a violação dos direitos humanos e de  liberdade de expressão, bem como uma enorme negligência pública e política contra o futuro da sociedade brasileira.

Belo Horizonte, 22 de novembro de 2016.

Assinam:

ABA – Associação Brasileira de Antropologia

ABClima – Associação Brasileira de Climatologia

ABCP – Associação Brasileira de Ciência Política

ABEC – Associação Brasileira de Editores Científicos

ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância

ABEP – Associação Brasileira de Estudos Populacionais

ABEPSS – Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social

ABERGO – Associação Brasileira de Ergonomia

ABJC – Associação Brasileira de Jornalismo Científico

ABPD – Associação Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento

ABPEE – Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial

ABPMC – Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental

ABRALIN – Associação Brasileira de Linguística

ABRAPCORP – Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas

ABRAPEC – Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências

ABRAPEE – Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional

ABRAPSO  – Associação Brasileira de Psicologia Social

ABRI – Associação Brasileira de Relações Internacionais

ANCIB – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação

ANPARQ – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo

ANPEC – Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia

ANPED – Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Educação

ANPEPP – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia

ANPOCS – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

ANPOF – Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia

ANPOLL – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística

ANPUH – Associação Nacional de História

ANPUR – Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional

ANPTUR – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo

CESA – Sociedade Científica de Estudos da Arte

CNS – Conselho Nacional de Saúde

COMPOS – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação

CONPEDI – Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Direito

ESOCITE.BR – Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias

FEBRAPSI –Federação Brasileira de Psicanálise

INTERCOM – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação

SAB – Sociedade Brasileira de Arqueologia

SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos

SBEM – Sociedade Brasileira de Educação Matemática

SBEnBio – Associação Brasileira de Ensino de Biologia

SBHC – Sociedade Brasileira de História da Ciência

SBHE – Sociedade Brasileira de História da Educação

SBP – Sociedade Brasileira de Psicologia

SBHP – Sociedade Brasileira de História da Psicologia

SBPHA –Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica

SBPOT – Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho

SBPJor – Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo

SOCICOM – Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação

SOCINE –Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

ULEPICC – União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura

 

Publicado em Notícias

Solicitação de adiamento inscrição edital CHS

Brasil, 18 de outubro de 2016.

Prof. Dr. Marcelo Marcos Morales DD. Presidente Interino do CNPq Brasília – DF

Prezado Senhor Presidente,

Há vários anos as instituições científicas que representam os pesquisadores das Áreas de Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Letras, Linguística e Artes têm denunciado que a pesquisa nessa grande área é subfinanciada pelo CNPq em relação à sua importância e ao seu tamanho dentro da Comunidade Científica Nacional. Apesar de constituirmos mais de 1/3 da comunidade de pesquisa e de desenvolvermos pesquisas que são fundamentais para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social brasileiros e que dão suporte a parte significativa das políticas públicas e para a formação dos profissionais que trabalham na operacionalização das mesmas, o financiamento da Grande Área está muito aquém de suas necessidades.

Assim, avaliamos como muito importante o estabelecimento de modalidades de financiamento dirigidas exclusivamente às pesquisas desenvolvidas em nossas áreas, dentre as quais se destaca o Edital de Ciências Humanas e Sociais. Esse edital, apesar de seus parcos recursos, tem funcionado como uma importante estratégia de inserção de novos pesquisadores no sistema de C&TI e de capitalização da pesquisa na Grande Área.

No entanto, o CNPq resolveu priorizar apenas dois dos temas listados pelo no documento do GT CHSSA, discutido pelo Conselho Deliberativo,  e  publicar,  no último dia 09 de setembro, uma chamada de APOIO À PESQUISA E À INOVAÇÃO EM CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS E SOCIAIS APLICADAS . Também mudou

os critérios de apresentação das propostas, tornando extremamente complexas a abrangência do Projeto de Pesquisa e a montagem da Equipe de Pesquisa. Contudo, apesar dessas mudanças, estabeleceu o prazo de inscrição de apenas 42 dias, a contar da publicação do Edital.

Nesse sentido, considerando a importância do Edital e a complexidade estabelecida pelo Edital para a apresentação de propostas, o Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas, que reúne as 49 Instituições Científicas da Grande Área, vem por meio desta solicitar à Presidência do CNPq a extensão, por 60 dias, do período de inscrição na Chamada 22/2016 – APOIO À PESQUISA E À INOVAÇÃO EM CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS E SOCIAIS APLICADAS.

Certos de contarmos com sua atenção,  enviamos cordiais saudações.

Atenciosamente,

Assinam:

  1. ABA – Associação Brasileira de Antropologia
  2. ABC – Academia Brasileira de Ciências
  3. ABClima – Associação Brasileira de Climatologia
  4. ABCP – Associação Brasileira de Ciência Política
  5. ABEC – Associação Brasileira de Editores Científicos
  6. ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância
  7. ABEP – Associação Brasileira de Estudos Populacionais
  8. ABEPSS – Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social
  9. ABERGO – Associação Brasileira de Ergonomia
  10. ABJC – Associação Brasileira de Jornalismo Científico
  11. ABPD – Associação Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento
  12. ABPEE – Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial
  13. ABPMC – Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental
  14. ABRALIN – Associação Brasileira de Linguística
  15. ABRAPCORP – Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas
  16. ABRAPEC – Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências
  17. ABRAPEE – Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional
  18. ABRAPSO  – Associação Brasileira de Psicologia Social
  19. ABRI – Associação Brasileira de Relações Internacionais
  20. ANPOF – Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia
  21. ANCIB – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação
  22. ANPARQ – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo
  23. ANPEC – Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia
  24. ANPED – Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Educação
  25. ANPEPP – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia
  26. ANPOCS – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais
  27. ANPOLL – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística
  28. ANPUH – Associação Nacional de História
  29. ANPUR – Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional
  30. CNS – Conselho Nacional de Saúde
  31. CESA – Sociedade Científica de Estudos da Arte
  32. COMPOS – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação
  33. CONPEDI – Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Direito
  34. ESOCITE.BR – Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias
  35. FEBRAPSI -Federação Brasileira de Psicanálise
  36. INTERCOM    -    Sociedade    Brasileira    de    Estudos    Interdisciplinares    da Comunicação
  37. SAB – Sociedade Brasileira de Arqueologia
  38. SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos
    1. SBEnBio – Associação Brasileira de Ensino de Biologia
    2. SBHC – Sociedade Brasileira de História da Ciência
    3. SBHE – Sociedade Brasileira de História da Educação
    4. SBP – Sociedade Brasileira de Psicologia
    5. SBHP – Sociedade Brasileira de História da Psicologia
    6. SBPHA -Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica
    7. SBPOT – Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho
    8. SBPJor – Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo
    9. SBS – Sociedade Brasileira de Sociologia
    10. SOCICOM – Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação
    11. UGB – União da Geomorfologia Brasileira
    12. ULEPICC – União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura

 

 

Publicado em Notícias

Documento contra cortes de bolsas

Brasil, 18 de outubro de 2016.

Prof. Dr. Marcelo Marcos Morales DD. Presidente Interino do CNPq

Prezado Senhor Presidente,

É com muita preocupação que o Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas, que reúne as 50 Instituições Científicas da Grande Área, tem acompanhado os rumores de que haverá cortes no número de bolsas concedidas pelo CNPq.

Como o Senhor bem sabe, as Bolsas de Produtividade em Pesquisa são uma das formas mais eficientes e capilares de financiamento à pesquisa e à formação de novos pesquisadores desenvolvidas pelo CNPq. O corte de verbas para essa modalidade de financiamento seria um grande retrocesso nas ações e nas políticas desenvolvidas pela Agência e colocaria em risco um conjunto expressivo de investigações desenvolvidas em todas as áreas do conhecimento.

Salientamos, ainda, que tal corte de bolsas, se efetuado, comprometeria ainda mais o Sistema Nacional de C&TI arduamente construído no país nas últimas décadas, sistema esse já fragilizado com a dificuldade de recebimento, pelos pesquisadores, dos recursos aprovados no Edital Universal de 2014, pela não publicação do Edital Universal de 2015, pelo atraso no financiamento dos INCTs e, mais recentemente, pela não publicação dos resultados do julgamento do Edital 2016 e pelo corte de bolsas de Iniciação Científica.

Nesse sentido, em consonância com os resultados da IV Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e com as Estratégias Nacionais de C&TI, o Plano Nacional de Pós Graduação e o Plano Nacional de Educação, reiteramos que é fundamental a manutenção e, se possível, a expansão do número de Bolsas de Produtividade concedidas pelo CNPq, tanto para fazer frente às necessidade de  produção de conhecimentos que darão suporte ao nosso desenvolvimento científico, econômico e social, quanto para fazer frente à necessária e salutar expansão do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia brasileiro nas próximas décadas.

Assinam

  1. ABA – Associação Brasileira de Antropologia
    1. ABC – Academia Brasileira de Ciências
    2. ABClima – Associação Brasileira de Climatologia
    3. ABCP – Associação Brasileira de Ciência Política
    4. 5. ABEC – Associação Brasileira de Editores Científicos
    5. 6. ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância
    6. ABEP – Associação Brasileira de Estudos Populacionais
    7. ABEPSS – Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social
    8. ABERGO – Associação Brasileira de Ergonomia
    9. ABJC – Associação Brasileira de Jornalismo Científico
    10. ABPD – Associação Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento
    11. 12. ABPEE – Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial
    12. ABPMC – Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental
    13. ABRALIN – Associação Brasileira de Linguística
    14. ABRAPCORP – Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas
    15. ABRAPEC – Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências
    16. ABRAPEE – Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional
    17. ABRAPSO  – Associação Brasileira de Psicologia Social
    18. ABRI – Associação Brasileira de Relações Internacionais
    19. ANPOF – Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia
    20. ANCIB – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação
    21. ANPARQ – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo
    22. ANPEC – Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia
    23. ANPED – Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Educação
    24. ANPEPP – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia
    25. ANPOCS – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais
    26. ANPOLL – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística
    27. ANPUH – Associação Nacional de História
    28. ANPUR – Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional
    29. CNS – Conselho Nacional de Saúde
    30. CESA – Sociedade Científica de Estudos da Arte
    31. COMPOS – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação
    32. CONPEDI – Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Direito
    33. ESOCITE.BR - Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias
    34. FEBRAPSI -Federação Brasileira de Psicanálise
    35. INTERCOM – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
    36. SAB – Sociedade Brasileira de Arqueologia
    37. SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos
    38. SBEnBio – Associação Brasileira de Ensino de Biologia
    39. SBHC – Sociedade Brasileira de História da Ciência
    40. SBHE – Sociedade Brasileira de História da Educação
    41. SBP – Sociedade Brasileira de Psicologia
    42. SBHP – Sociedade Brasileira de História da Psicologia
    43. SBPHA -Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica
    44. SBPOT – Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho
    45. SBPJor – Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo
    46. SBS – Sociedade Brasileira de Sociologia
    47. SOCICOM – Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação
    48. UGC – União da Geomorfologia Brasileira
    49. ULEPICC – União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura

 

 

Publicado em Notícias

Tempos de arbitrariedades e autoritarismos

A ESOCITE.BR (Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias) manifesta total solidariedade à ABA (Associação Brasileira de Antropologia) e ao seu atual presidente, o Professor Antonio Carlos de Souza Lima, e ressalta a apreensão com uma CPI investindo contra uma entidade acadêmica pelo exercício de suas atividades e do que delas decorre, em especial por suas ações de defesa dos povos indígenas e quilombolas do país.

Em tempo, informo o mandado de segurança impetrado teve liminar favorável a ABA e a seu presidente. É uma notícia animadora. O momento exige especial ânimo de reação às arbitrariedades e autoritarismos, que vemos praticados em todos os níveis.

Segue abaixo a correspondência da ABA.

+++++++++++

Brasília, 13 de julho de 2016. Ofício nº 048/2016/ABA/PRES

Exmo. Sr. Ricardo Lewandowski

Ministro / Presidente

Supremo Tribunal Federal – STF

Excelentíssimo/a Senhor/a,

Encaminhamos em anexo a Manifestação do Conselho Diretor da ABA – Associação Brasileira de Antropologia sobre decisão da CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito do INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e da FUNAI – Fundação Nacional do Índio de quebrar o sigilo bancário e fiscal da ABA e de seu atual Presidente, Prof. Dr. Antonio Carlos de Souza Lima (Professor Titular de Etnologia do Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Na expectativa de contar com vossa atenção, subscrevemo-nos.

Atenciosamente,

Profª Drª Jane Beltrão

Vice-presidente da ABA (Gestão 2015/2016)

++++++++++

 

Manifestação do Conselho Diretor da ABA – Associação Brasileira de Antropologia sobre decisão da CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito do INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e da FUNAI – Fundação Nacional do Índio de quebrar o sigilo bancário e fiscal da ABA

 

O Conselho Diretor da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) vem manifestar publicamente sua mais grave preocupação com os rumos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) constituída em

 

28/10/2015 para “investigar a atuação da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) na demarcação de terras indígenas e de remanescentes de quilombos”.

 

Os atos até agora realizados pela CPI revelam o intuito de criminalizar toda atividade de defesa dos direitos humanos em relação aos povos indígenas e quilombolas da sociedade nacional, em face das reiteradas e violentas ameaças que sobre eles pairam constantemente no contexto contemporâneo. Uma investigação isenta e republicana deveria estar constatando – isto sim – as dificuldades que enfrentam diversos  órgãos  públicos  e associações  civis em prover  de recursos  de defesa aquelas  populações minoritárias,   vulnerabilizadas   e   ameaçadas,   no   cumprimento   dos   preceitos   democráticos   da Constituição federal e dos acordos internacionais assumidos pelo Estado brasileiro.

 

A ABA, como sociedade científica e associação civil sem fins lucrativos, tem sua ação pautada pela mais perfeita lisura e transparência, no respeito à legislação em vigor e no cumprimento das responsabilidades que lhe impõe seu Código de Ética, e nada tem a temer, do ponto de vista legal, de qualquer investigação parlamentar. Mas sabe muito bem o quanto pode ser destrutiva uma ação política tendenciosa, movida por interesses inconfessados, contrários à construção de uma sociedade plural, democrática e acolhedora da diferença.

 

Conta  assim  a  comunidade  antropológica  brasileira,  representada  pela  ABA,  com  o  apoio  dos segmentos da sociedade civil que militam em prol de uma cidadania plena e abrangente e com o dos parlamentares  comprometidos  com  a  causa  democrática,  para  se  antepor  à  ação  de  quaisquer movimentos, parlamentares ou não, de retrocesso na luta pelos direitos humanos em nosso país.

 

Conselho Diretor da ABA: http://www.portal.abant.org.br/index.php/institucional/conselhos.

 

++++++++++++

 

 

Colegas,

Em nome da gestão, pelo caráter de urgência e alívio,  informo que o mandado de segurança impetrado teve liminar favorável a ABA e a seu presidente.
Transcrevo que foi enviado pelo advogado:
“Decisão em 15/07/2016:
“[...] Isso posto, defiro a liminar requerida para sustar todo e qualquer efeito da aprovação do Requerimento 292/2016 da CPI da FUNAI e do INCRA, que autorizou a quebra/transferência dos sigilos bancário e fiscal dos impetrantes, sem que possa usar desses dados, se eventualmente já obtidos, até a análise do caso pelo Relator, Ministro Luiz Fux.
Assim sendo, comunique-se à autoridade apontada como coatora, notificando-a para que preste informações no prazo de dez dias (art. 7º, I, da Lei 12.016/2009).
Dê-se ciência à Advocacia-Geral da União para que, querendo, ingresse no feito (art. 7º, II, da Lei 12.016/2009).
Após, ouça-se a Procuradoria-Geral da República.
Publique-se.
Att. Paulo Machado Guimarães, Advogado
Sabemos todxs que não descansaremos até o resultado final, mas é um alívio.
Agradeço o apoio e esforço de todxs, pelas Notas, pela compreensão e sobretudo pela solidariedade, neste difícil momento que vivemos. Não podemos arrefecer, pois teremos outros embates.
Obrigadíssima, Jane Beltrão (vice-presidente da ABA)

 

 

Publicado em Notícias

ENTRE A ÉTICA E A BIOÉTICA – IMPASSE

ENTRE A ÉTICA E A BIOÉTICA – IMPASSE

Trata-se de assunto que, tudo indica, será de interesse crescente da comunidade dos Estudos CTS no Brasil: o impasse que se estabeleceu entre a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e o Grupo de Trabalho das Ciências Humanas e Sociais (GT CHC) que visa (ou visou) propor uma resolução alternativa à Resolução 466/2011 do Ministério da Saúde que rege o sistema CEP-CONEP. Cada vez mais nossos projetos de pesquisas são obrigados a submeterem-se às análises dos CEPs e tais análises têm se mostrado muitíssimo problemáticas por serem feitas à luz dos protocolos da bioética que supõem atividades de pesquisas tanto metodológica quanto epistemologicamente muito distantes de nossas necessidades e práticas de pesquisa.

Após quase três anos de trabalho e tentativas de acordo, chegou-se a um impasse entre a CONEP e o GT CHS, o que levou a questão para o Conselho Nacional de Saúde. O assunto será apreciado na reunião do CNS de 16 de março de 2016. As associações das ciências humanas e sociais e sociais aplicadas estão circulando uma conclamação aos pesquisadores (docentes e estudantes) que tiverem a possibilidade para estarem no dia 16 de março em Brasília para demonstrarem, junto ao CNS, nossa insatisfação e inconformidade com a atitude da CONEP.

Seguem abaixo os links para a documentação completa do processo que levou ao impasse entre o GT CHS e a CONEP. Por favor divulgue e na impossibilidade de estar presente em Brasíla no dia 16 de março, como supõe-se que seja o caso da maioria, procure fazer chegar ao CNS seu apoio à posição do GT CHS.

Documentos e respectivos links:

1)      Relatório do GT sobre a consulta à sociedade 30 09 2015.pdf:  https://goo.gl/Lf5ruJ

2)      Carta da Conep ao GT sobre a minuta de CHS 28 01 2015.doc: https://goo.gl/x4Qg7H

3)      Carta Aberta dos Representantes das CHS em resposta às objeções da Conep à minuta.docx:   https://goo.gl/BA1ae2

4)      Documento dos Representantes das CHS em discordância com a mudança dos procedimentos.docx:  https://goo.gl/wzMoAW

5)      Documento do GT solicitando à Conep que a minuta fosse encaminhada ao CNS na sua íntegra.docx:  https://goo.gl/4dNKzq


 

Publicado em Notícias

Processo Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Processo Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Comunicamos a todos os associados da Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias – ESOCITE.BR – que recebemos e homologamos a seguinte chapa para concorrer à eleição da Diretoria e do Conselho Deliberativo para o biênio de 2016/2017:

Diretoria

Presidente – Ivan da Costa Marques (UFRJ)

Vice-Presidente – Gilson Leandro Queluz (UTFPR)

Vice-Presidente – Guilherme Sá (UnB)

Secretário Geral – Henrique Luiz Cukierman (UFRJ)

Primeiro Secretário – Thales Haddad Novaes de Andrade (UFSCar)

Tesoureiro – Eduardo Paiva (UFRJ)

Segundo Tesoureiro – Fabrício Neves (UnB)

Conselho Deliberativo

Celso Alexandre Souza de Alvear (UFRJ)

Daniela Alves (UFV)

Eduardo Vargas (UFMG)

Funikazu Saito (PUC/SP)

Isabel Cafezeiro (UFF)

Irlan Von Linsingen (UFSC)

Luiz Ernesto Merkle (UTFPR)

Maíra Baumgarten (UFRGS)

Márcia Regina Barros da Silva (USP)

Marko Sinésio Alves Monteiro (UNICAMP)

Nara Azevedo (Fiocruz)

Ricardo Toledo Neder (UnB)

Rodrigo Ribeiro (UFMG)

Wilson Pedro (UFSCar)

As eleições serão realizadas durante o 6º ESOCITE.BR TECSOC (VI Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade) nos dias 14 e 15 de outubro de 2015 no campus da Ilha do Fundão da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Logo após o encerramento das atividades, a Comissão Eleitoral lavrará a ata competente que será encaminhada para a Assembleia Geral.

Rio de Janeiro, 18 de setembro de 2015

Comissão Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Raoni Guerra Lucas Rajão – U.F.M.G.

Roseantony Rodrigues Bouhid – I.F.R.J.

Viviane Fernandez Cavalcanti – U.F.F.

 

Publicado em Notícias

Processo Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Processo Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Comunicamos a todos os associados da Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias – ESOCITE.BR – que estão abertas as inscrições de candidaturas para composição da Diretoria e do Conselho Deliberativo para o biênio de 2016/2017.

As candidaturas devem ser inscritas até o dia 14 de setembro junto à Comissão Eleitoral, por meio do endereço eletrônico esocitebr@bol.com.br

As candidaturas devem ser apresentadas em chapas, contendo, para a diretoria, um presidente, dois vice-presidentes, um secretário geral, um primeiro-secretário, um tesoureiro e um segundo tesoureiro, e 14 candidatos para o Conselho Deliberativo, conforme estatuto disponível na página da ESOCITE.BR (http://www.esocite.org.br/estatuto/)

Conforme estabelece o estatuto, “Só poderão votar e ser votados, para a Diretoria e o Conselho Deliberativo, os associados em pleno gozo de seus direitos, que estiverem filiados à ESOCITE.BR por seis ou mais meses antes da convocação do processo eleitoral.”

As eleições serão realizadas durante o 6º ESOCITE.BR TECSOC (VI Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade) nos dias 14 e 15 de outubro de 2015 no campus da Ilha do Fundão da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Logo após o encerramento das atividades, a Comissão Eleitoral lavrará a ata competente que será encaminhada para a Assembleia Geral.

Rio de Janeiro, 12 de agosto de 2015

Comissão Eleitoral da ESOCITE.BR (2015)

Raoni Guerra Lucas Rajão – U.F.M.G.

Roseantony Rodrigues Bouhid – I.F.R.J.

Viviane Fernandez Cavalcanti – U.E.R.J.

Publicado em Eventos, Notícias

Prezada/o colega,

Se você tem interesse no campo dos Estudos CTS (ciências-tecnologias-sociedades) gostaríamos de convidá-la/o para o 6º ESOCITE.BR TECSOC (VI Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade)

Veja no site as alternativas de participação em GTs, Oficinas, Aglomerados, Minicursos e Posters. São 40 GTs mas se você achar que seu trabalho não se encaixa em nenhum deles você pode submetê-lo para um GT “livre”.

O prazo para envio de resumos para GTs ou inscrição em Oficinas é 22 de maio.

Muito cordialmente,

A Comissão Organizadora

www.rio2015.esocite.org

www.rio2015.esocite.org

 

 

Publicado em Notícias

 

6º ESOCITE.BR TECSOC

A fase de envio de propostas para a organização está encerrada.

Agradecemos a todas/os a excepcional resposta: uma primeira olhada indica que recebemos

46 propostas de Gts,

19 de Aglomerados,

9 de Minicursos e

6 de Oficinas.

Mais notícias nos próximos dias.

Com sua participação / ajuda teremso um encontro marcante em ano que parece tão incerto!

¿Por que tudo parece estar em crise exceto os paradigmas em que tudo aparece em crise?

 

 

Publicado em Notícias

Publicado em Notícias