Diálogo e diversidade marcam IX Simpósio CTS

 

Diálogo e diversidade marcam IX Simpósio de Ciência, Tecnologia e Sociedade

Evento de encerramento vai celebrar os sete dias de reflexões e debates intensos sobre o campo CTS no Brasil

 

A conferência “A importância dos Estudos Sociais em Ciência e Tecnologia no Brasil”, com a Profª. Dra. Fernanda Sobral, marcará o encerramento, no próximo sábado (16), às 18h, do IX Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade da ESOCITE. BR (Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias). Fernanda é professora e pesquisadora sênior do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de Brasília (UnB), vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e membro do Conselho da ESOCITE. BR. O Prof. Dr. Fabrício Neves fará a mediação.

O evento de término do simpósio será, também, uma comemoração pelos sete dias de atividades intensas. Reflexões e debates sobre o campo CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) no Brasil ganharam, desde o último dia 10, uma programação variada, que inclui Grupos Temáticos, minicursos, oficinas, mesas redondas, painéis, aglomerados, fóruns, conversas com autores e autoras, sessões interativas de pôsteres e uma vasta programação cultural. As atividades estão divididas em dois períodos: manhã e tarde.

 

Abertura

A abertura do IX Simpósio, cujo tema é “Qual interdisciplinaridade queremos: novas agendas científicas para sociedades em transformação”, foi no último domingo (10), com a professora emérita da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva. A conferência “Ações afirmativas: novas agendas de direitos e reconhecimento para as sociedades em transformação” foi mediada pela Profª. Dra. Márcia Niituma Ogata. Com experiência em ensino, pesquisa e extensão em Educação e em suas relações étnico-raciais, práticas sociais e processos educativos, políticas curriculares e direitos humanos, Petronilha apresentou uma abordagem pautada na luta por uma educação de qualidade e pela visibilidade de pesquisadores e estudantes negros que marca a trajetória dela.

A cerimônia de abertura contou, ainda, com a participação da presidente da ESOCITE. BR, Profª. Dra. Maíra Baumgarten, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), do pró-reitor de pós-graduação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Prof. Dr. Rodrigo Constante Martins, e uma mensagem de boas-vindas da reitora da UFSCar, Profª. Dra. Ana Beatriz de Oliveira.

 

Inovação

Por causa da pandemia de Covid-19, o simpósio, que é organizado por um comitê gestor da UFSCar, composto por professores e estudantes de pós-graduação, foi realizado, pela primeira vez na história, de maneira remota. Isso tem dado, segundo o Prof. Dr. Wilson Pedro, membro do comitê e que conduziu a abertura, um caráter inovador, apesar de eventuais dificuldades técnicas. Ele destaca que o simpósio tem se caracterizado pelo diálogo e pela participação efetiva de pesquisadores nacionais e internacionais.

Para mais informações e acesso ao cronograma dos últimos dias do simpósio, o endereço eletrônico é https://esocite9.esocite.org.br/.

 

Este post foi publicado em Notícias.